9.8.17

Benefícios do pêssego

Benefícios do pêssego à saúde

O pêssego (Prunus Persica) é um fruto de polpa doce e sumarenta repleto de benefícios para a saúde, ele ajuda a prevenir a pressão alta, ajuda a perder peso, melhora a visão, reforça o sistema imunológico e auxilia na prevenção de diversas doenças como o cancro. Trata-se de um alimento rico em fibras solúveis, em vitaminas, anti oxidantes, minerais e para melhorar aínda contém poucas calorias.

Durante muito tempo acreditou-se que o pessegueiro era originário da Persia, dai o seu nome cientifico Prunus Persica, porém hoje sabe-se que a sua origem é Chinesa. Supõe-se que tenha sido levado da China para a Pérsia e daí se tenha difundido pela Europa.

Principais benefícios do pêssego a favor da saúde 


Previne problemas cardíacos. O pêssego é um fruto rico em potássio, um pêssego médio contém aproximadamente 285 mg aproximadamente 14% da quantidade de potássio que devemos consumir diariamente. Esta condição,  faz dele um bom alimento nos cenários de pressão alta, de problemas cardíacos, no reforço do sistema nervoso e na regularização dos batimentos cardíacos. Além disso apresenta propriedades anti oxidantes que ajudam a reduzir a acção dos radicais livres que podem levar à ocorrência de ataques cardíacos e AVCs. Contém ainda vitamina K, que previne a coagulação interna do sangue e protege contra diversas doenças cardíacas.

Os pêssegos ajudam o corpo a eliminar toxinas. O consumo deste fruto incentiva o bom funcionamento do fígado, do estômago, do cólon e dos rins, ademais esta fruta contém um alto teor de fibras, que ajudam o corpo a libertar-se dos resíduos tóxicos e a proteger o cólon de diversas doenças como o cancro.

Previnem o cancro. Os pêssegos contém ácido fenólico, que ajudam a prevenir o cancro, impedem que as células cancerosas progridam e se espalhem pelo corpo. Segundo alguns estudos o consumo de 2 a 3 pêssegos por dia pode inibir o crescimento das células cancerígenas da mama. Contém também anti oxidantes que inibem a acção dos radicais livres e o desenvolvimento de doenças degenerativas como cataratas, doença de Alzheimer entre outras, além do cancro.

Melhora a saúde e aspecto da pele. Quem não conhece a expressão: Pele de pêssego? Esta afirmação é adequada, não só pelo aspecto aveludado do pêssego, mas também pelos seus benefícios. O facto é que os pêssegos são ricos em anti oxidantes, vitaminas A e C, que são essenciais à vitalidade da pele. A acção destas vitaminas ajuda a retardar o processo de envelhecimento precoce, atrasa a formação de rugas e linhas de expressão e protege a pele da radiação ultravioleta.

Ajuda nos processos de emagrecimento. O pêssego contém poucas calorias, possui um baixo índice glicémico e é rico em fibras, estes atributos proporcionam uma digestão mais lenta e mantém a saciedade por mais tempo. Contém também propriedades diuréticas que ajudam a reduzir o inchaço provocado pela retenção de líquidos. Ademais contém compostos bioativos, que previnem doenças do metabolismo como a obesidade.

Fortalecem o sistema imunológico. Contém ácido ascórbico e zinco, que são essenciais ao sistema imunológico, ajudam a combater infecções e aceleram a regeneração dos tecidos lesionados.

Os pêssegos melhoram a saúde dos olhos. Tal como outros frutos e legumes de cor amarela, os pêssegos são uma excelente fonte de beta caroteno, um composto que melhora a saúde da retina, previne a degeneração ocular, a vista cansada e a cegueira nocturna.

Curiosidades sobre os pêssegos


O pêssego em calda também é saudável, contém fibras e vitaminas A, C e D, contudo deve ser consumido com moderação já que ele contém mais açúcares. Um pêssego natural possui aproximadamente 30,8 Kcal e 6 gr de açúcar, já a mesma quantidade de pêssego em calda possui cerca de 100 Kcal e 24,6 gr de açúcar. Poderá aliviar estas diferenças evitando aqueles enlatados vendidos em supermercados e fazer o sua própria conserva. Veja a receita caseira: Pêssego em calda
Nenhum comentário:
Postar um comentário

LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...