29.9.16

Beneficios do Ginkgo biloba

Beneficios  e propriedades do Ginko biloba

Ginko biloba uma das plantas medicinais mais reconhecidas, é utilizada pelos chineses há milhares de anos, para fins medicinais. Nos fins do século XX  foi o remédio mais usado e receitado pelos naturopatas.

Os estudos desta planta medicinal têm sido controversos e apesar das faltas de evidencias em algumas patologias acredita-se que o ginkgo biloba tenha a capacidade de melhorar a memoria, melhorar a oxigenação cerebral, auxiliar o tratamento de cefaleia, enxaqueca, vertigem, incontinência urinária, asma, rinite, disfunção sexual, ulceras e flebites.

Principais benefícios e propriedades do ginkgo biloba


A infusão de ginkgo biloba é utilizada no tratamento de vários problemas pulmonares como a asma, o e a bronquite. Esta infusão também mostra bons resultados no catarro e na rinite cronicas, estes benefícios devem-se ao facto do ginkgo biloba ser detentor de propriedades anti inflamatórias, vasodilatadoras e anti alérgicas.

O extracto de ginkgo biloba têm sido objecto de várias investigações, especialmente dirigidas à cura ou alivio do Alzheimer. Têm-se verificado que este melhora a irrigação sanguínea cerebral, provoca a vasodilatação dos vasos sanguíneos cerebrais,  melhora o desempenho dos neuro transmissores cerebrais, previne a formação de coágulos e melhora a utilização da glicose pelo cérebro. Veja o estudo publicado na psychofarmacology. Segundo este mesmo estudo a ginkgo biloba têm a capacidade de melhorar a memoria, a concentração e as capacidades cognitivas em indivíduos saudáveis.

Uma das particularidades desta planta medicinal é que torna torna o sangue menos denso e desta forma facilita a circulação sanguinária. Por tal facto é importante salientar que deve evitar o consumo desta planta ou derivados em conjunto com aspirina, anti inflamatórios não esteróides, warfarina ou ou varfarina um fármaco do grupo dos anticoagulantes. Reduz as dores nas pernas e nos braços que se manifestam em pacientes com insuficiência de circulação dos membros.

Curiosidades sobre o ginkgo biloba


A árvore de ginkgo biloba é apelida de fóssil vivo pelo facto de ser a única sobrevivente de um grupo de árvores desaparecidas há milhões de ano. Ressalta ainda a fama de ter sido a primeira planta a brotar após a destruição provocada pela bomba atómica no Japão, contudo está na lista vermelha das plantas ameaçadas de extinção à acção humana.

A ginkgo biloba é a árvore ideal para espaços públicos, é resistente à poluição atmosférica, tempestades e pragas. Salienta-se principalmente o facto desta planta ter a capacidade de absorver o óxido de enxofre produzido pelos motores de combustão.


Como fazer a infusão de ginkgo biloba


Leve um litro de água a ferver coloque 2 colheres de sopa de folhas de ginkgo biloba, deixe novamente levantar fervura, desligue e abafe por 10 minutos. Tome de duas a três chávenas ao dia.

Contra indicações e precauções da ginkgo biloba


Os efeitos adversos do ginkgo biloba são baixos, porém quando ocorrem manifestam-se geralmente com dor abdominal, náuseas, diarreia, reacções dermatológicas alérgicas e dor de cabeça. Não deve ser usado em pacientes com manifestações de hemorragias, pelo mesmo motivo não deve ser tomado nos períodos de pós e pré cirurgia , devendo parar a toma pelo menos 2 semanas antes da operação.
Devido à falta de estudos comprovados, não se recomenda o uso do ginkgo biloba durante a gravidez e o aleitamento. 
22.9.16

Beneficios da sálvia

Beneficios e propriedades da sálvia

A sálvia, cujo nome cientifico é sálvia officinalis, pertence à familia lamiaceae, também é conhecida por salva das farmácias, erva santa, salva das boticas e erva sacra. Acredita-se que foi introduzida na Europa pelos romanos que a consideravam uma planta sagrada.
Esta planta medicinal prenda-nos com diversos benefícios para a saúde, é detentora de propriedades antioxidantes, ansiolíticas, anti inflamatórias, antimicrobianas e calmantes. Sendo uma boa fonte de flavonoides fenólicos, luteolina, entre outras substancias, a sálvia é utilizada como medicamento em diversas patologias como Alzheimer, reumatismo, problemas gastrointestinais, entre outros.

Principais benefícios e propriedades da sálvia


Estimula a vesícula biliar, melhora a digestão, atenua a azia, alivia as cólicas intestinais, a diarreia e favorece o transito intestinal. Como é uma planta carminativa a sálvia ajuda a eliminar os gases os principais responsáveis pelo aumento e inchaço da barriga.

A sálvia contém propriedades calmantes que contribuem para a estabilidade do sistema nervoso, reduzem os sintomas de depressão, controlam a ansiedade, auxiliam no equilíbrio do humor e propiciam uma melhor noite de sono.

Pela sua acção diurética esta planta medicinal consegue auxiliar na eliminação de líquidos, evitar a retenção destes e o consequente inchaço do corpo.

A sálvia contém propriedades anticépticas que contribuem para a cura de feridas e ulceras, aceleram a regeneração da pele e combatem os efeitos nefastos provocados pelas bactérias. Impregne uma compressa na infusão de sálvia e aplique directamente no local pretendido. Este procedimento também funciona nas dores de cabeça.

O consumo continuado da infusão de sálvia auxilia na limpeza do sistema respiratório, alivia os ataques de bronquite e as manifestações de catarro.

O infusão da sálvia é uma grande aliada das mulheres, atenua as hemorragias menstruais e alivia os sintomas da menopausa.


Curiosidades e outras utilidades da sálvia


Segundo a ciência ayurveda esta planta medicinal trás energias positivas e é prática recorrente queimar as folhas de sálvia para defumar e afastar as energias negativas da casa. Sob a forma de infusão, é igualmente usada em banhos a fim de afastar o mau olhado. No mundo esotérico, a sálvia é considerada como um incenso natural e é bastante usada para afastar as más energias.

A palavra sálvia deriva da palavra "Salvus" em latim, que significa boa saúde ou salvação. Na antiga Roma acreditava-se que esta planta tinha propriedades para curar várias doenças e salvar as pessoas da morte.

Na horta a sálvia ajuda a repelir várias pragas, entre elas a borboleta branca da couve, por outro atrai insectos úteis como o caso das abelhas.

Uso da sálvia na cozinha


Possui um toque ligeiramente apimentado e amargo, mas agradável.
Combina bem com carnes vermelhas e brancas como coelho, porco, carne de ovelha e de pato. Os peixes gordos também têm a ganhar com o toque da sálvia.

Contra indicações da sálvia


Recomenda-se especial atenção em pós cirurgias, lactentes, pacientes com insuficiência renal, diabetes e com tensão alta, procure orientação médica antes da sua ingestão. Como têm capacidades abortivas não é de todo aconselhada em mulheres grávidas.
Evite tratamentos prolongados e a toma de grandes concentrações, quando tomada por períodos prolongados esta planta medicinal pode tornar-se tóxica.
8.9.16

O perigo das batatas verdes

O perigo das batatas verdes

A batata é um dos alimentos mais comuns pelo mundo fora,é a base de alimentação de vários povos e dá origem às mais deliciosas receitas. Quando cozinhada correctamente surge como um marco numa dieta saudável, com vários benefícios para a saúde e para o bem estar. Leia mais sobre: os benefícios da batata para a saúde 

É comum aparecerem batatas com manchas verdes e a maioria das pessoas não lhe dá grande importância. Mas saiba que esta mancha não têm nada a ver com o estado de maturação da batata e sim com o acumulo de uma substância chamada  solanina e clorofila.

Porque é que as batatas ficam verdes?


O verde da batata dá-se quando as batatas são expostas à luz solar e ao calor, elas produzem clorofila para captar a energia solar e alcalóides tóxicos para se protegerem dos insectos. Uma dessas substancias tóxicas  é a solanina que torna a batata meio amarga e em doses mais elevadas pode provocar sérios distúrbios gastrointestinais, neurológicos e em casos mais extremos pode levar à morte.
A clorofila é a responsável pela cor verde, mas não constitui um problema, apenas é um sinal visível da presença dos ditos alcalóides tóxicos.

Sintomas de consumo excessivo de solanina ( batata verde)


Náuseas
Diarreia
Dores abdominais
Sensação de queimação na zona da garganta
Dores de cabeça
Alucinações
Vertigens

Como evitar que as batatas de fiquem verdes


A melhor forma de prevenção da batata verde é afastá-la de qualquer tipo de luz solar, seja ela directa ou indirecta. O calor também é um factor potenciador deste processo, deve portanto acondicionar as batatas num local escuro, fresco e de preferência ventilado.
1.9.16

Dieta - comer de 3 em 3 horas

Dieta - comer de 3 em 3 horas

Comer de três em três horas poderá ser o sucesso de uma dieta bem sucedida. As refeições fracionadas permitem controlar as compulsões alimentares, melhoram a queima de gorduras, previnem os picos de insulina e aceleram o metabolismo.

Os benefícios de comer de 3 em 3 horas


A alimentação fracionada evita que o organismo faça reservas para fazer frente aos intervalos alimentares. Na maioria dos corpos, a dieta das 3 horas reflecte-se na perda de 1 kg por semana, sem restrições e sem passar fome. Ao pular refeições ou ingerir menos calorias que o necessário, o nosso corpo vai buscar energia aos músculos e, logo que recebe alimento, passa a fazer reservas de energia em forma de gordura. O intervalo das refeições não necessita obrigatoriamente de ser de 3 horas, poderá ser de 2 horas, o importante é que não tenha fome e não ultrapasse as 3 horas.

As vantagens da dieta das 3 horas


Previne o acumulo de gorduras: quando primamos o organismo de alimento, ele desencadeia um mecanismo de sobrevivência, que se reflecte no acumulo de gorduras. Ou seja, quando ficamos muitas horas sem comer a tendência é comer em demasia, o corpo vai buscar esse excesso e armazená-lo sob a forma de gordura.
Uma dieta onde se come de 3 em 3 horas, permite diminuir a quantidade de calorias a cada refeição, fazendo com que o organismo gaste toda a comida consumida, sem sobras para reservas.

Acelera o metabolismo: O metabolismo é a capacidade e velocidade do corpo a gastar energias. Cada vez que comemos o nosso organismo gasta energia para digerir o alimento.

Evita ataques de fome: à medida que passamos muito tempo sem alimento ficamos com muita fome, o que nos leva a ingerir grandes quantidades de alimentos, ter uma maior tendência em comer futilidades e estragar a dieta. Ao alimentarmos-nos de 3 em 3 horas mantemos a fome e a gula controladas.

Evita o catabolismo muscular: Ao alimentarmo-nos regularmente permitimos ao corpo receber os aminoácidos necessários. O nosso organismo precisa constantemente de receber aminoácidos, portanto, quando não os obtém através da alimentação, vai buscá-los aos músculos. Este processo leva ao catabolismo muscular, que resulta em flacidez e na baixa do metabolismo.

Melhora a energia ao longo do dia: Quem têm tendência em ficar muitas horas sem comer, como é o caso das pessoas que fazem apenas três refeições diárias, priva o seu corpo de energia e são normalmente afectados por situações de moleza e de cansaço.

LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...